Entenda o que pode causar depressão

Muitas pessoas associam a Depressão a ser uma doença tipicamente dos tempos modernos, mas na verdade ela é muito anterior a isso.

Na verdade, a vida nesse ritmo louco que vivemos pode sim, precipitar o surgimento dos primeiros sinais e torna-la ainda mais intensa.

A grande competitividade, a busca incessante das pessoas por modelos perfeitos de convívio, exercem uma pressão muito forte nas pessoas e em especial naquelas que têm a tendência à Depressão.

Mas acima de tudo e independente dos fatores que levam à doença, é fundamental que amigos e familiares tenham atenção com comportamentos que chamem a atenção. A Depressão pode ser controlada, mas também pode ser fatal se não for diagnosticada e tratada rapidamente.

Por isso, é importante que a gente entenda o que pode causar depressão e possa ajudar uma pessoa quando ela mais precisa.

O que é a Depressão?

É uma doença psiquiátrica, recorrente e crônica, caracterizada por uma mudança profunda e negativa no humor da pessoa. Essa tristeza é associada a sentimentos de amargura, desencanto, de baixa autoestima, de culpa e de dor.

Podemos dizer que a Depressão é uma tristeza patológica, e neste ponto é importante diferenciar da tristeza temporária.

Por exemplo, a tristeza causada pela perda de uma pessoa muito querida, um rompimento amoroso e outros fatos que podem acontecer na vida das pessoas e exigem um certo luto, um momento de se recolher, lamber as feridas, aprender lições e seguir a vida.

Na Depressão, é uma tristeza que nunca acaba. Pode ser despertada por um fatos acima e outros com uma forte carga emocional, se desenvolver e agregar uma série de outros sentimentos. No fim, o fato onde tudo começou é apenas o catalizador do que já existe.

Mas acredite: a Depressão também pode existir sem nenhum fato que justifique.

Mas então, o que pode causar a Depressão?

Fatores genéticos podem gerar a Depressão, assim como uma disfunção química cerebral. Podemos dizer que uma pessoa com Depressão terá um desses fatores para que a doença se manifeste.

O impacto de situações altamente traumatizantes vai variar de pessoa para pessoa. Porém, ao contrário do pensamento geral, não são só os acontecimentos ruins que podem ativar a Depressão. Existem situações mais objetivas:

  • Doenças sistêmicas, como o hipotireoidismo;
  • Consumo de drogas ilícitas;
  • Consumo de medicamentos controlados sem prescrição médica ou em excesso mesmo com limitação médica – as anfetaminas, por exemplo;
  • Consumo excessivo de álcool.

É importante o cuidado em especial com as mulheres nesta questão: as fortes oscilações hormonais, principalmente no período fértil, as tornam mais vulneráveis à doença.

Quais os sintomas da Depressão?

O sintoma mais clássico é a tristeza contínua, que vai caracterizando a doença, se esse estado perdurar por um tempo muito maior que um fato possa ter provocado, principalmente quando não há fato algum.

Também há a anedonia, a perda de interesse por todos os assuntos, e este sintoma é mais visível pois ocorre mais independente de algum fato. Além desses, existe outros sintomas:

  • Ganho ou perda substancial de peso;
  • Insônia ou sonolência excessiva quase todos os dias;
  • Apatia ou agitação quase todos os dias;
  • Fadiga constante;
  • Sentimento de culpa constante e muitas vezes sem motivo;
  • Dificuldade de concentração;
  • Baixa autoestima;
  • Queda ou perda de libido;
  • Pensamentos recorrentes de morte.

Neste último ponto, é importante que amigos e familiares não descartem que a pessoa possa pensar e até tentar o suicídio – muitas vezes uma certa serenidade pode esconder uma resolução deste tipo.

E estes sintomas podem surgir depois de muito tempo que a doença começou a se manifestar internamente. Portanto, é fundamental a atenção com os mais significativos.

O convívio com uma pessoa com Depressão

Principalmente após fatos traumatizantes, é importante observar as pessoas mais próximas do fato – por exemplo, pais de um filho morto. Para além do luto natural, a Depressão pode surgir.

Uma forma de ajudar a pessoa a lidar com um momento difícil é agir naturalmente, conviver com a pessoa, convida-la para eventos, mostrar textos e videos engraçados e, conforme a reação da pessoa, você poderá perceber com o tempo se a pessoa pode estar desenvolvendo um quadro depressivo.

 

Deixe uma resposta