Qual a quantidade certa que demos calibrar o pneu do carro?

Em meio a tantas medidas de cuidado e manutenção de um carro, a atenção com os pneus é uma das maiores.

Os pneus são indispensáveis para o equilíbrio, sustento da estrutura em movimento e estabilidade de todo o conjunto. E não podemos descuidar do que acontece com eles. Uma das tarefas mais comuns – e incrivelmente negligenciada por muitos motoristas – é a calibragem dos pneus.

É a operação de encher os pneus de ar pressurizado de forma a gerar dentro dele a pressão adequada ao uso com uma carroceria em cima e em velocidade. O uso correto da calibragem (também chamada de pressão) é essencial para que inúmeros problemas sejam evitados:

  • Que os pneus tenham um desempenho correto e uma vida útil maior.
  • Representa economia com compra de pneus novos e até mesmo em reparos no carro decorrentes do uso incorreto dos pneus e que podem ser evitados

Vamos falar de informações importantes sobre a calibragem do seu carro.

Qual a frequência certa para calibrar os pneus do seu carro?

Esta informação é a mais importante e pode ser bem simples. Normalmente, a calibragem deve ser feita a cada 15 dias para veículos que rodam abaixo dos 500 quilômetros por mês.

Se o veículo rodar acima deste valor, então programe a calibragem a cada 500 quilômetros. E se você usa pouco o carro durante o mês, pode aumentar a frequência para 30 dias.

Alguns aspectos são indispensáveis:

01 – Se for usar o carro com todos os assentos ocupados em uma viagem, ou transportando carga no porta-malas, você deve mudar a calibragem, ela será maior para que os pneus suportam o aumento de peso e não arrastem no solo, o que rouba desempenho do veículo.

02 – Após usar com aumento de carga, deve-se voltar a calibragem para o padrão de uso, assim os pneus assentam e não perdem contato com o solo pela saída do peso.

03 – Evidentemente, se o uso rotineiro é do carro lotado (e considerando o peso das pessoas), a calibragem pode ficar permanentemente no modo mais pressão.

04 – A calibragem deve ser feita com os pneus frios – no máximo 3 quilômetros de uso depois de ligar o carro – pois os pneus quentes aumentam a pressão nominal que for dada, representando um risco grande de que eles estourem.

Não deixe seus pneus vazios, isso pode gerar riscos e custos extras desnecessários!

Você sabe a pressão correta dos pneus do seu carro?

Se a sua informação veio de algum site ou amiga, recomendo esquecer.

A informação correta é a que estiver relacionada pelo fabricante do veículo no manual de operação e manutenção do carro. Essa é a única fonte segura para que você calibre seus pneus em uma situação normal – ocupação média ou total com pouco peso e sem muito peso no porta-malas.

Leia com atenção as demais informações do manual a respeito. Ele inclusive informa que calibragem deve ser usada para a situação de extra peso. Você também pode encontrar estes dados em adesivos na parte interna da porta do motorista ou na tampa do combustível.

Estepe sem calibragem é estepe inútil

Muitas pessoas esquecem de calibrar o estepe, mas esse trabalho é fundamental, por mais trabalho que ele dê. Porque você pode sentir a falta quando mais precisar dele.

O estepe perde pressão com o tempo, mesmo sem ser usado, e você pode ser surpreendida com um pneu arriado no meio da estrada quando precisar dele.

Então a regra é simples: para qualquer cuidado relacionado com pneus, seu carro tem cinco e não quatro, certo?

 

Deixe uma resposta