Você é mãe de primeira viagem? Então essas dicas são pra você!

Ser mãe é uma aventura maravilhosa, talvez a mais gratificante de nossas vidas.

Gerar um novo ser em nosso ventre, viver a expectativa do nascimento, ouvir o primeiro choro, tudo é um turbilhão de emoções que precisa ser vivido intensamente.

E depois que seu filho nasce, tem mais uma lista quase infinita de desafios nos primeiros meses. Seu filho está experimentando um mundo completamente novo, sem o aconchego do seu útero, e precisando responder a uma série de estímulos.

Pode ser – e bem provável que seja – um período de muito estresse, angústias e incertezas, o que é natural para um primeiro filho. Tudo é novo para você também – e você pode chorar como ele, não se preocupe!

Se você é mãe de primeira viagem, então essas dicas são para você. Espero que elas ajudem a viver com mais alegrias do que correrias esta fase tão especial e única na sua vida!

01 – Seu bebê chorou? Então mantenha a calma.

Sim, esta é a melhor forma de reagir aos muitos choros diários que você vai ouvir.

Esta é a única forma que seu bebê tem de comunicar ao mundo o que está sentindo, e muitas vezes é a apenas a grande insegurança de estar fora de uma zona de proteção máxima (seu útero) e ter de expressar-se para obter tudo – alimento, o calor do colo, o momento de dormir.

O choro pode ser de fome, de alguma dor ou de cólica, que é bem comum nestes meses. Mas pode ser insegurança diante de tudo novo, saudade do contato com seu corpo ou tédio mesmo – eles cansam rápido de algumas posições, luzes e situações.

Com bastante calma, você pode chegar perto e acalma-lo com sua voz. Ou descobrir qual a necessidade. É uma viagem sem mapa. Muito já ouvimos, e algumas dicas de avós funcionam. Lembre delas, e se nada der certo, use a sua intuição!

02 – Bebê com sono? Coloca pra dormir!

Assim que ele bocejar e emitir outros sinais de que o sono está vindo, coloque para dormir. Simples assim.

Os bebês lutam muito com o sono, parece algo que contraria uma natureza de estar sempre alerta, e quanto mais ele briga com o sono, pior – para ele e para você.

Ao colocar para dormir no berço, deixe que ele caia no sono sozinho e deixe o ambiente à meia-luz e com uma música tranquila. Isso vai favorecer o sono.

03 – Ele dormiu? Aproveita!… e dorme também.

Esta dica também vale quando o pai, sua mãe ou sua sogra estiverem disponíveis para olhar o bebê, pelo tempo que ele conseguir ficar sem precisar de você.

Normalmente, aproveite o sono dele para tirar o seu. Não adiante serviço esperando que a noite lhe caia bem. Com muitas graças, ele deixará você dormir à noite, mas não é uma regra e você não quer correr o risco de passar um dia inteiro sem sono.

Até porque isso prejudicará muito você física e emocionalmente, e impactará nas atividades com o bebê. Cuide do seu sono sempre que puder!

04 – Médico librou, hora de passear!

Os médicos normalmente liberam os bebês para passeios ao ar livre após o primeiro mês. Então a dica é aproveitar.

Os passeios devem ser curtos e no horário mais suave  dos raios solares, para que ele possa absorver a vitamina D. Será uma experiência reveladora de tudo para ele e divertida para você.

Porém, evite lugares aglomerados antes dos 3 primeiros meses, pois o sistema imunológico dele ainda não está amadurecido.

05 – Não tenha vergonha de pedir ajuda!

Todas as mães passaram por dificuldades com seus primeiros filhos. E isso inclui, acredite, as hoje experientes avós!

Certamente elas serão solícitas para prestar ajuda em um momento de estresse, de quanto as coisas parecem não funcionar bem. A troca de experiências nestes momentos reforçam laços – com o neto, com a filha e com nora!

 

Se mesmo com essas dicas você não está conseguindo dar conta de tanta coisa para fazer, eu te concelho a contratar uma agência de baba e escolher uma mão amiga.

 

Deixe uma resposta