Você sabe a diferença dos uniformes nas áreas da Saúde e da Estética?

As áreas da Saúde  e da Estética são, com certeza, aquelas que mais concentram não só a obrigatoriedade de usar uniformes como a quantidade de modelos diferentes, para determinadas situações.

São vários profissionais com procedimentos distintos e níveis de contato com microrganismos diferentes – uma esteticista tem um contato muito menor do que um médico em um ambulatório – mas em comum eles devem ter a preocupação com as pessoas, clientes e pacientes, esses em situação, muitas vezes, de grande fragilidade física.

E dentro dos ambientes, podemos encontrar uniformes diferentes. E você sabe a diferença dos uniformes nas áreas da Saúde e da Estética? Vamos falar um pouco a respeito.

Mas antes: você sabe da importância dos uniformes para sua carreira?

Poucas pessoas dão valor ao uniforme no dia a dia, pois ainda acham que eles servem meramente para proteger suas roupas pessoais e as pessoas no contato.

Mas nós esquecemos que existe uma série de uniformes para profissões que não tem nenhuma dessas preocupações. Um grupo de secretárias, por exemplo. Mas por que os uniformes são tão importantes nas áreas comerciais e administrativas?

Essa é uma boa pergunta que uma médica em seu jaleco feminino pode estar fazendo agora.

Identificação dos grupos de trabalho

Esta é uma preocupação que existe nas áreas da Saúde e da Estética: diferenciar os profissionais por grupos de atuação. Identificar uma enfermeira ou uma médica pela cor do uniforme é fundamental para uma ação urgente.

Geração de marketing

Sim, os uniformes são poderosos instrumentos para o marketing das empresas, e nas áreas de Saúde e Estética não é diferente. Você tem a oportunidade de mostrar uma logomarca própria ou do hospital e clínica onde trabalha. É uma forma muito eficiente de propagar a marca, seja ela o seu nome ou do estabelecimento.

Veiculação da marca

Esta vantagem não se aplica aos profissionais de Saúde e Estética, pois eles não podem circular de uniforme nos ambientes que não sejam o do próprio trabalho. Mas é um aspecto importante; a marca viaja através dos uniformes, mantendo-a viva na mente das pessoas e rapidamente lembrada ao ser associada a um produto ou serviço. Ou seja, as clínicas podem usar os uniformes como uma forma eficiente de propaganda.

Os jalecos são fundamentais nas áreas da Saúde e da Estética

Os jalecos são obrigatórios dentro das instalações médicas – enfermarias, ambulatórios, centros, unidades de tratamento intensivo, consultórios e clínicas – e também para procedimentos estéticos em clínicas, consultórios e residencial.

A cor branca ainda é a mais utilizada e também recomendada nos ambientes onde há risco de contato da roupa com sangue, fluidos e produtos, para que seja logo detectada e o profissional possa trocar. Além disso, é mais fácil de retirar a mancha durante a lavagem, se o jaleco for branco.

Mas as cores diversas podem ser usadas para identificar as equipes de enfermagem e auxiliares de cirurgia, principalmente em azul e verde claro. São cores que acalmam visualmente o paciente, dando um conforto a ele.

Os profissionais de estética normalmente usam jalecos com cores ou mais leves e, dependendo do procedimento, podem usar aventais que cobrem toda a frente das roupas pessoais.

Deixe uma resposta